UTI do Hospital do Gama abre mais seis leitos

Medida vai beneficiar, por ano, cerca de 144 pacientes críticos

Com as aquisições, atendimento permite menor tempo de espera aos pacientes | Foto: Breno Esaki / SES

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional do Gama (HRG) abriu mais seis leitos após a chegada de novos desfibriladores e monitores. Com as melhorias alcançadas pela manutenção predial e o empenho do GDF em garantir assistência de qualidade à população, a unidade hospitalar voltou a funcionar na sua capacidade máxima, de 20 leitos.​

“Reabrir esses leitos significa que a Secretaria de Saúde está promovendo uma melhor assistência à população, ainda mais em uma área tão importante como a UTI”, afirma a secretária-adjunta de Assistência à Saúde, Lucilene Florêncio. “Temos uma fila sob responsabilidade da regulação; e, quanto maior a entrega de leitos, menor será a espera dos pacientes.”

Atenção integral

Uma das beneficiadas com os investimentos no HRG é a aposentada Ozenita dos Santos, de 72 anos. Moradora de Ceilândia, a paciente precisou ser internada devido ao avanço de uma doença pulmonar crônica. Na UTI, ela recebe o atendimento humanizado, oferecido pela equipe de saúde, com direito até a ganhar trancinhas no cabelo. “Os profissionais daqui são muito atenciosos. Só tenho a agradecer a Deus”, elogia.

Ozenita está em um dos quatro leitos reativados recentemente na UTI. Eles se encontravam parados há quase dois anos por falta de dois desfibriladores e quatro monitores para verificar os sinais vitais. Com os equipamentos, doados pelo Ministério da Saúde, a equipe do setor estima ser possível atender nos quatro leitos, em média, 144 pacientes por ano, triados pelo Complexo Regulador da Secretaria de Saúde.

Mais leitos

 Em agosto, a SES recebeu, 80 monitores e 47 desfibriladores doados pelo Ministério da Saúde. Além do HRG, na primeira etapa das entregas dos equipamentos, serão contemplados também o Hospital da Região Leste (antigo Hospital do Paranoá), onde deverão ser reabertos cinco leitos, e o Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), que terá quatro leitos pediátricos reativados.

Com informações da SES

Outras matérias

Pets: Zoonoses vacinou mais de 180 mil cães e gatos em 20 meses

Trabalho da saúde ajudou a colocar o DF como referência nacional em cobertura vacinal contra raiva. Foto: arquivo Secretaria de Saúde O Distrito Federal é referência nacional em cobertura vacinal contra a raiva em animais domésticos. Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que, em 2019, o DF tinha a maior proporção […]

‘Quem abusa de criança não tem transtorno mental, só se sente no direito’

Legenda da foto,Luciana Temer é presidente do Instituto Liberta, que atua no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes O discurso de que o abuso sexual de crianças e adolescentes é uma violência excepcional e praticada por “monstros” é parte das ideias que a advogada Luciana Temer quer combater. “Minha briga é mostrar para […]