Séries: Brasileiros assistem séries europeias como ‘Dark’ e ‘The Rain’

Netflix: Brasileiros assistem séries europeias como 'Dark' e 'The Rain'

A Netflix divulgou uma lista de séries da Europa que caíram no gosto dos brasileiros

Em um mercado audiovisual dominado pelos americanos, seja na televisão ou nos cinemas, a Netflix divulgou uma lista de séries da Europa e do leste europeu que caíram no gosto dos brasileiros.

 São elas, as inglesas “Sex Education” e “The End of the F*ing World”, a dinamarquesa “The Rain”, a alemã “Dark”, e a turca “O Último Guardião”.

O interesse dos brasileiros por produções não americanas cresceu 80% em relação ao ano passado, segundo a plataforma. Para chegar a esses títulos, a Netflix considerou os assinantes que chegaram, no mínimo, no fim do primeiro episódio.

“No Brasil, nossos assinantes consomem incríveis conteúdos locais, como ‘Sintonia’ e ‘Irmandade’, mas também estão descobrindo, todos os dias, séries de todo o mundo. É a autenticidade da narrativa que o público ama, e ele não está prestando atenção à língua ou ao país”, disse Bela Bajaria, vice-presidente de Originais Internacionais da Netflix.

Fora o Brasil, séries nacionais também fazem sucesso em outros países. Um dos exemplos é a produção brasileira 3%, estrelada por Bianca Comparato. Já na terceira temporada, ela é a série de língua não-inglesa mais vista nos Estados Unidos, segundo a Netflix. O público europeu também é consistente, segundo o elenco da série, que recebe mensagens vindas da Rússia e da França.

Com informações da Folha de Sp

Outras matérias

Politica: Câmara pode votar Lei de Emergência Cultural na próxima terça-feira

Proposta prevê destinação de R$ 3,6 bilhões para o setor Por Heloisa Cristaldo – Repórter da Agência Brasil – Brasília O plenário da Câmara dos Deputados pode votar nesta terça-feira (26) a Lei de Emergência Cultural. O projeto prevê a destinação de R$ 3,6 bilhões da União para estados, Distrito Federal e municípios, na aplicação […]

MODA: A paixão das novas gerações por Vera faz parte de uma movimentação que é sentida na moda desde 2015.

Excluídas das campanhas publicitárias nas últimas décadas, mesmo representando 42% das vendas nos EUA, as mulheres de 50 anos ou mais têm conquistado mais representatividade na indústria têxtil, em um fenômeno batizado de Greynnaisance. É cada vez mais comum ver veteranas em desfiles e campanhas de grande visibilidade, mostrando que a moda finalmente está prestando atenção […]

Moda: Vera Wang (70) inspira novas gerações com estilo e jovialidade

Em meio ao isolamento, estilista estreita laços com seguidores mais jovens e acaba se tornando tema de desafio com crianças e pets @VERAWANG/INSTAGRAM/REPRODUÇÃO ILCA MARIA ESTEVÃ[email protected] Com fábricas, lojas e ateliês fechados por conta da pandemia e da obrigatoriedade do distanciamento social, estilistas têm aproveitado o tempo em casa para adiantar os croquis das próximas […]