saúde: Exposição solar exagerada pode causar queimaduras na pele

O sol pode ser aproveitado com algumas cautelas e recomendações, todavia, exageros podem causar danos

É muito comum as pessoas tomarem sol para obter uma tonalidade bonita na pele, mas poucos se atentam aos cuidados à exposição solar e, sem esses devidos cuidados, os danos podem surgir rapidamente. Vivemos em um país tropical, rico em áreas praianas, o que estimula as pessoas a abusarem do sol. Porém, é importante evitar expor a face, colo e mãos, pois são áreas mais nobres. A vitamina D conquistada através do sol é importante para a saúde, porém, exposição solar moderada, três vezes por semana, de 15 a 20 minutos, é suficiente.

A médica dermatologista, Ana Regina Trávolo, explica que os horários com maior incidência de radiação ultravioleta são entre as 10h da manhã e 4h da tarde. Portanto, quanto menor a exposição nesse período, melhor para não causar danos. Pessoas com pele mais clara têm mais risco pelo fato de terem menor quantidade de melanina, pigmento responsável pela proteção da pele contra a radiação UV. “Elas devem ficar mais atentas quanto à exposição solar e ao uso do protetor solar”, recomenda.

O consumo de água é fundamental para a hidratação da pele, pois o sol também causa ressecamento. È de suma importância também a hidratação da pele para evitar esse ressecamento excessivo e a formação de fissuras ou áreas de irritação na pele, os chamados eczemas.

A dermatologista orienta que podem ser utilizados os produtos autobronzeadores certificados pela ANVISA, por ser um método gradual e sem exposição solar. Esses procedimentos consistem na utilização dos produtos (os chamados autobronzeadores) que, quando aplicados na pele, gradualmente vão deixando ela com um tom mais moreno, sem necessidade de exposição solar. “Caso a pessoa realmente opte por expor ao sol, deve fazê-lo nos horários menos quentes (até as 09 e após as 16 horas) e por curtos períodos”, orienta Ana Regina.

As câmaras de bronzeamento são proibidas. Não se deve também usar produtos na pele que possam ser ativados pelo sol e tampouco o bronzeamento com fitas.

 

Protetor Solar

A aplicação do protetor solar no dia a dia deve ser pela manhã e ao meio dia, apenas nas áreas expostas ao sol. Pessoas que estão praticando esportes ou na praia, devem reaplicar o filtro em todas as áreas expostas a cada 2 ou 3 horas. O fator de proteção deve ser igual ou maior que 30. Pessoas já com manchas ou com exposição mais intensa ao sol podem se beneficiar do uso de um fator maior, como o 60, 70 e até 99, já que esses fatores têm uma durabilidade maior na pele.

Corpo Clínico

Dra. Ana Regina Franchi Trávolo – Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD); membro titular da SBD; membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica – SBCD; membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia; membro da International Association of Aesthetic Medicine; graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP e fellow em Dermatologia e Laser pelo Hospital Ramon Cajal, na Espanha.

Dr. Luciano Ferreira Morgado – Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD); membro titular da SBD; membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica – SBCD; membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia; membro da International Association of Aesthetic Medicine; pós-graduado em Cirurgia Dermatológica, Laser e Dermatologia Estética pela FM-ABC São Paulo; fellow em cirurgia de Mohs (Santa Casa – RJ); graduado em Medicina pela UnB e mestre em Terapia Fotodinâmica com Nanotecnologia pela Universidade de Brasília.

Serviço:

Monte Parnaso – Cuidados à flor da pele

Centro Médico Júlio Adnet, SEPS 709/909, Bloco A, Clínica 9, 1° subsolo.

Contato: (61) 3263-0833 / 3263-0834

www.monteparnaso.com.br

Siga também os perfis nas redes sociais.

Outras matérias

GDF: Mais um passo na produção de energia limpa no DF

Usina fotovotaica é inaugurada em São Sebastião. Consolidação da matriz energética é uma das metas do Plano Estratégico 2019-2060 Diversificar a matriz energética do Distrito Federal é fundamental para garantir o futuro e a qualidade de vida dos brasilienses. Nesse sentido, o Governo do Distrito Federal (GDF) vem apoiando a geração de energia limpa, como […]