Sancionada lei que estabelece limite de gastos na campanha municipal

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13.878 de 2019, que estabelece os limites de gastos de campanha para as eleições municipais. A lei foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União desta quinta-feira (3).

Por se tratar de alteração na legislação eleitoral, a lei precisava ser sancionada um ano antes do pleito do ano que vem, marcado para o dia 4 de outubro, para que as regras possam valer.

Na última quarta-feira (2), o Senado aprovou o projeto de lei que define o teto de gastos de campanha para as eleições de prefeitos e vereadores de 2020. O texto prevê que o valor seja o mesmo do pleito de 2016, corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A lei também determina que nos municípios onde houver segundo turno na eleição para prefeito, o limite de gastos de cada candidato será de 40% do estabelecido para o primeiro turno da disputa.

O texto também autoriza o candidato a usar recursos próprios em sua campanha até o total de 10% dos limites previstos para gastos de campanha no cargo em que concorrer.

Caberá ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgar a tabela de tetos por município e cargo antes do pleito, assim como ocorreu nas eleições de 2016.

Outras matérias

EntornoDF: Prefeitos do Entorno do Distrito Federal adotam lockdown nos finais de semana

Os prefeitos que compõem a Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (AMAB) se reuniram nesta terça-feira, dia 30, por videoconferência para discutir sobre o lockdown proposto pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado para todos os municípios goianos.  Participaram da videoconferência os prefeitos das cidades de Abadiânia, Zé Diniz, de Cocalzinho, Alair Ribeiro, de Padre Bernardo, […]

Alerj publica abertura de impeachment contra Witzel

Foi publicado na edição de hoje (15) do Diário Oficial do Rio de Janeiro o Ato número 41/2020 do presidente da Assembleia Legislativa do Estado (Alerj), deputado André Ceciliano, que abre o processo de impeachment contra o governador Wilson Witzel, por crime de responsabilidade. A abertura do processo número 5.328/2020 foi aprovada na quarta-feira (10), em sessão virtual devido à pandemia […]

Politica: Proposta de Izalci proíbe suspensão de processos que tratam de violência

A iniciativa do senador proíbe a suspensão dos processos que tratam da violência familiar e que precisam continuar a serem recebidos e julgados pela Justiça durante a pandemia A proposição do senador Izalci Lucas (PSDB/DF) prevê a continuidade dos processos e a concessão de ações protetivas que tenham relação com atos de violência doméstica ou […]