Museu: Espaço Oscar Niemeyer recebe a exposição Bio O Quê?

Resultado de imagem para espaço oscar niemeyer"Mostra tem obras de 26 artistas e marca a 16ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, cujo tema é Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável

Reinaugurado em agosto, o Espaço Oscar Niemeyer recebe nova programação artística. Com lançamento previsto para esta quinta-feira (21), a nova atração do espaço cultural será a exposição Bio O quê?. De iniciativa conjunta da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec), Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, Laboratório Ábaco e Universidade de Brasília, a mostra retrata a Bioarte como meio de reflexão sobre a Bioeconomia.

A exposição também marca a 16ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que teve como tema a Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável. Com obras de 26 artistas, conceitualmente alinhadas sob a tendência em voga da Bioarte, a Bio O quê? tem por finalidade levar o público a refletir sobre as relações sustentáveis entre o homem e o meio ambiente.

Com curadoria de Wagner Barja e Gilberto Lacerda Santos, a exposição foi organizada a partir da ideia de demonstrar as culturas fundadoras da nação brasileira, no que se refere a diferentes questões assimiladas atualmente pelas práticas bioeconômicas. Ações de desmatamento, exploração irracional, extrativismo predatório, poluição sistêmica, degradação contínua dos recursos naturais e o extermínio de espécies animais e vegetais são questionadas pelas telas dos artistas.

Brasil Colônia
Nesse sentido, na Bio O Quê?, o público poderá enxergar a história contada pelos viajantes na época do Brasil Colônia. As obras retratam a flora, a fauna e os costumes do Brasil na época do descobrimento, envolvendo questões de mestiçagem cultural e fatores de sustentabilidade e sobrevivência da época, levando a reflexão para os dias atuais.

Sob a narrativa das artes visuais contemporâneas, as obras são de autoria dos artistas Artur Cabral e coletivo (Suzete Venturelli, Prahlada Hargreave, Taina Luize , Nycacia Delmondes , Lorena Ferreira, Leandro Muñoz, Teófilo Augusto e Leandro Ramalho), Bené Fonteles, Malu Fragoso, Marcelo Jorge, Tarcísio Paniago, Ricardo Armarinhos Teixeira, Tânia Fraga e do coletivo cAt (ciência/ARTE/tecnologia UNESP).

Serviço:
2º módulo da exposição Bio O Quê?

Abertura: quinta-feira (21), às 19h
Visitação: 22/11 a 21/01/2020
Terça a domingo: 9h às 17h
Espaço Oscar Niemeyer: Brasília – DF
Entrada franca.

*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Outras matérias

BSB: Grupo usa caixas de leite para isolar paredes de barracos contra o frio

Projeto batizado de Paredes do Bem é coordenado por voluntários do Senado Federal e vai entregar placas térmicas para aquecer moradias no DF. Estamos no período de inverno e o Distrito Federal tem registrado dias gelados desde o início do mês de junho. Nas áreas mais vulneráveis da capital da República, muitas famílias vivem em condições […]

Arte: Faculdade de Artes Dulcina de Moraes apresenta espetáculo online “Não é preciso ser feliz para recomeçar”

Não é preciso ser feliz para recomeçar, de Fernando Guimarães Considerações sobre uma epidemia Em média-metragem resultado de uma pesquisa das linguagens literária, dramatúrgica e cinematográfica, o novo trabalho do diretor Fernando Guimarães traz para a Mostra Dulcina personagens que relatam histórias de isolamento “Sei que o homem é capaz de grandes ações. Mas se […]