Maestro Christopher Bochmann e o coral Madrigal de Brasília em concerto na Embaixada de Portugal

No dia 10 de outubro, às 19h00, o coral Madrigal de Brasília apresenta-se no auditório Camões, na Embaixada de Portugal, para um concerto em que serão interpretadas composições com arranjos de Christopher Bochmann. De entre as peças deste programa, destaca-se “Hino a Santa Cecília”, obra assinada por Bochmann que será apresentada em estreia mundial.

O concerto do coral Madrigal de Brasília integra o programa de comemoração dos 70 anos da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI) e resulta de uma parceria da Embaixada de Portugal em Brasília e do Camões – Centro Cultural Português em Brasília, com a Escola de Música de Brasília (EMB) e o coral Madrigal de Brasília.

PROGRAMA

❖ Peças de Natal portuguesas

– Olhei para o céu (Natal de Elvas);

– Menino Jesus à Lapa (Cântico religioso originário da região da Beira Alta);

– Eu hei de m’ir ao presépio (Natal de Elvas);

❖ Hino a Santa Cecília (Christopher Bochmann; estreia);

❖ Of the Father’s love begotten (hino religioso de origem romana, publicado pela primeira vez em 1582);

❖ Peças do filme “New York, New York” (Martin Scorsese):

– You brought a new kind of love to me (Irvin Kahal/Pierre Norman);

– Once in a while (Michael Edwards/Bud Green);

– There goes the ball-game (John Kander/Fred Ebb);

❖ Dallas Blues (Hart Wand);

❖ Garota de Ipanema (Tom Jobim/Vinícius de Moraes)

Sobre Christopher Bochmann

Formado pela Universidade de Oxford, Bochmann é, atualmente, professor catedrático da Universidade de Évora, onde foi diretor do Departamento de Música durante 6 anos. Neste ano, foi eleito membro associado da Academia Nacional de Belas Artes de Portugal e, entre outros reconhecimentos, foi-lhe atribuída Medalha de Mérito Cultural do Ministério de Cultura, em 2004. Em 2005, foi agraciado pela Rainha Isabel II com a condecoração de Officer of the Order of the British Empire.

Sobre o Madrigal de Brasília

O Madrigal de Brasília foi fundado em 1963, dando origem à Escola de Música de Brasília. Ele desenvolve um repertório variado de todos os períodos da música ocidental, experimental contemporânea e brasileira. É conduzido pela maestrina Isabella Sekeff e tem como professores de técnica vocal a soprano Adriana Moreira e o pianista Thales Silva.

Outras matérias