Jornalistas brasileiras apresentam suas visões sobre a Indonésia

Fabian Ceyhan e Isabel Almeida

Aconteceu ontem, 27 de novembro, na embaixada da Indonésia no Brasil, uma apresentação do país sob a visão de duas jornalistas, Fabiana Ceyhan e Isabel Almeida. O evento contou com a participação de mais de 30 jornalistas e membros do governo brasileiro. O embaixador Edi Yusup apresentou o país de 265 milhões de habitantes, maior arquipélago do mundo.

Convidados ouvem atentamente o relado da jornalista Fabiana Ceyhan

Embaixador Edi Yusup abre o evento para 30 jornalistas
Jornalista Fabiana Ceyhan

Apresentação de Fabiana Ceyhan: Tão longe, tão perto! é assim que defino este país que visitei recentemente. Geograficamente distante, com dois vôos longos, podendo partir direto para Jacarta de vários destinos, mas não do Brasil, é necessário ir para a Europa, Dubai,Catar, Turquia, entre outros, para fazer a conexão .

A Indonésia é muito parecida com o Brasil, pois possui muitas belezas naturais, um povo simpático e acolhedor, um clima tropical e os preços são muito baixos . Mas o país ainda vai mais além, pois abriga além de florestas tropicais, praias e simpatia, muitos monumentos históricos, templos budistas, hinduístas, igrejas católicas, apesar de ser o maior país muçulmano do mundo as outras religiões também se manifestam livremente e o país tem até mesmo um ministério criado para dedicação exclusiva a esse tema: O Ministério das Religiões.

Jornalista Isabel Almeida

Ao chegar em Jacarta, a capital, nota-se um bom investimento em estrutura, e acolhimento, o aeroporto é novo, moderno e as vias são estruturadas e seguras. Há muitos hotéis 5 estrelas e opções de hospedagens e o povo é solícito, sempre disposto a ajudar. Um outro aspecto interessante é que quase todos falam Inglês, e se não falam, tentam ajudar da mesma forma.

Participamos da abertura de um evento de interação entre empresas da Indónesia e da América Latina, o TRADEX, onde pude notar através de visitas ao pavilhão de expositores que o país é bem industrializado, produz desde alimentos,plásticos, pneus, móveis , café, óleo de palma e tem um grande potencial de exportação, a meu ver, ainda pouco explorado pelo Brasil. Segundo informações a Indonésia adquiriu recentemente, 17 aviões da EMBRAER, e abriu seu mercado para a importação de carne brasileira, espera-se assim, que o governo brasileiro seja recíproco e reconheça os esforços deste país do Sudeste Asiático em estreitar ainda mais os laços com o Brasil.

Bom, voltando ao turismo, espero em uma matéria futura poder detalhar sobre os pontos visitados de uma forma mais complexa. O maior arquipélago do mundo com mais de 17 mil ilhas, algumas até mesmo, remotas e pouco habitadas. É impossível conhecer este imenso país em apenas uma visita, sendo assim, destacarei os pontos visitados por mim que são realmente espetáculos imperdíveis aos turistas.

O Templo Borobudur – O maior templo budista do Mundo

Minha visita ( Fabiana Ceyhan) representando o jornal Brasília in Foco) ao maior templo budista do mundo, o Borobudur.

O templo fica em uma localização um pouco distante. Para chegar lá ,você deverá partir da cidade de Yogyakarta. A distância de Yogyakarta até o templo é de 42 km e o percurso é feito em cerca de 1h30.

Templo Budista Borobudur visto com mais proximidade.

Borobudur fica cercado por uma floresta tropical, localizado entre dois vulcões gêmeos ― Sundoro-Sumbing e Merbabu-Merapi. Ou seja, uma visita ao Templo é um espetáculo duplo: tanto da natureza quanto da sua construção. Além de ser um espaço de culto e peregrinação. Na parte superior do Templo Borobudur há 72 estruturas chamadas stupas ― uma espécie de mausoléu ― em formato de torre. Cada uma delas possui uma estátua de Buda sentado.

Há registros de mais de 400 estátuas de Budas por todo o templo, algumas delas danificadas sem a parte superior. devido ao tempo e também a terremotos no passado. O templo fica em uma localização um pouco distante. Para chegar lá você deverá partir de Yogyakarta ( uma cidade) com boa estrutura de hotéis e aeroporto. A distância de Yogyakarta até o templo é de 42 km e o percurso é feito em cerca de 1h30.

Templo Borobudur
Uma das estupas abertas com a imagem de Buda

O Templo de Prambanam, Patrimônio Mundial

O templo também pode ser acessado através da cidade de yogyakarta, há cerca de 30 km .

Jornalistas de Brasília visitam o Templo Hinduísta- Patrimônio Mundial tombado pela Unesco.

Outras matérias

Luan Santana fará show beneficente em Brasília

Evento ajuda a arrecadar alimentos  Compartilhe  Twitter  Pinterest  Comentar No dia 14 de dezembro (sábado), o sertanejo Luan Santana desembarca em Brasília para um show no Estádio Nacional Mané Garrincha. A apresentação gratuita é uma realização do projeto Solidário Brasília. Os ingressos podem ser adquiridos através de compras nas lojas participantes (veja lista abaixo). Cada local disponibilizará um […]