Jornada Literária do Distrito Federal abre inscrições para a participação de escolas públicas de Sobradinho e Sobradinho II

Jornada LiteráriaJornada Literária do Distrito Federal abre inscrições para a participação de escolas públicas de Sobradinho e Sobradinho II

O projeto que estimula a formação de leitores de todas as idades realizará em ambiente online oficinas com professores e encontros entre estudantes e escritores para falar e debater sobre literatura. A Jornada distribuirá gratuitamente 1.500 livros de escritores brasileiros contemporâneos às escolas participantes

Estão abertas as inscrições para a 6ª Jornada Literária do Distrito Federal Sobradinho 2020. As escolas interessadas em participar devem se inscrever até o dia 24 de julho pelo telefone (61) 98192 0333. Nesta edição, o projeto receberá 15 instituições de ensino, sendo dez Escolas Classes, três Centros de Ensino Fundamental (CEF), dois Centros Educacional (CED) ou Centro de Ensino Médio (CEM) de Sobradinho e Sobradinho II.

João Bosco Bezerra Bonfim Coidealizador da Jornada Literária do DF – Foto; Cícero Bezerra

Os professores das escolas inscritas na Jornada participarão de oficinas de capacitação para a mediação de leitura com os estudantes.

Cada escola receberá gratuitamente cerca de 100 exemplares dos livros que serão trabalhados em classe com os alunos, totalizando 1.500 livros de autores brasileiros contemporâneos. Todos os encontros serão realizados em ambiente online, para preservar a saúde de alunos, professores e autores. A Jornada Literária do Distrito Federal é patrocinada pelo Fundo de Apoio à Cultura do DF (FAC-DF) e tem o apoio da Coordenação Regional de Ensino de Sobradinho.

A Jornada Literária do Distrito Federal Sobradinho 2020 acontece em três etapas. Na primeira etapa, acontecem as Oficinas de Mediação de Leitura com os professores das escolas participantes. Neste ano, elas serão feitas pelo Google Meet com até 35 pessoas e os encontros serão agendados com as escolas inscritas na Jornada. Ao todo serão realizadas nove oficinas de Mediação de Leitura com o professor e escritor João Bosco Bezerra Bonfim, em agosto.

A segunda etapa, contempla a distribuição de livros, que serão entregues nas escolas logo após a realização das oficinas. Cada professor receberá um livro e a escola receberá a doação de cerca de 100 exemplares, para serem utilizados aos alunos para os trabalhos de mediação de leitura. Na terceira e última etapa, os estudantes participam de encontros com os escritores em horário de aula. Os encontros acontecem de 15 de setembro a 30 de outubro, e serão agendados por cada escola.

Para esta edição da Jornada, estão confirmadas as participações de 11 escritores: Alexandre Pilati, Alessandra Roscoe, Caio Riter, Conceição Freitas, Geraldo Lima, João Bosco Bezerra Bonfim, Ivan Zigg, Marco Miranda, Renato Moriconi, Roger Mello e Tino Freitas.

Segundo os organizadores da Jornada, realizar o projeto em plataforma online será um grande desafio devido às condições de acesso à internet e a computadores e tablets por parte de alunos e professores. No entanto, afirma Marilda Bezerra, idealizadora e correalizadora da Jornada, “acreditamos que levar livros e histórias às casas desses alunos nesse momento é muito significativo para essas crianças que quase não têm acesso a qualquer bem cultural”. Crianças e adolescentes das Regiões Administrativas do Distrito Federal matriculadas na rede pública de ensino têm pouco acesso à literatura. “Em tempos de enfrentamento à pandemia do Covid-19, essa necessidade se torna ainda maior. Em casa, sem possibilidades de brincadeiras na rua, sem a interação com os colegas nas escolas, o estresse se torna ainda maior. O acesso à arte pode representar, neste momento tão grave, uma forma de diversão e reflexão”, ressalta a coordenadora.

Sobre a Jornada Literária do Distrito Federal

Em 2016, o escritor João Bosco Bezerra Bonfim e a jornalista Marilda Bezerra criaram a Jornada Literária do DF, programa de formação de leitores que desenvolve ações para promover o gosto pela leitura literária por meio do encontro de leitores com autores. A Jornada leva as artes verbais – poesia, histórias, álbuns ilustrados, espetáculos literários, debates, palestras conferências – para pessoas, comunidades e grupos que, usualmente, não têm acesso a esse bem cultural; por isso, no Distrito Federal, a opção por atuar junto a escolas e professores da rede pública de ensino. Mais de 100 mil estudantes e professores já foram beneficiados pelas atividades literárias oferecidas pela Jornada Literária.

Serviço:

Jornada Literária do Distrito Federal Sobradinho 2020

Podem se inscrever | escolas públicas de Sobradinho e Sobradinho II

Inscrições | (61) 98192 0333

                      Até 24 de julho

Vagas | 15 escolas | 10 Escolas Classes

                              03 CEF

                                     02 CED ou 01 CEM

Outras matérias

Pets: Zoonoses vacinou mais de 180 mil cães e gatos em 20 meses

Trabalho da saúde ajudou a colocar o DF como referência nacional em cobertura vacinal contra raiva. Foto: arquivo Secretaria de Saúde O Distrito Federal é referência nacional em cobertura vacinal contra a raiva em animais domésticos. Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que, em 2019, o DF tinha a maior proporção […]

‘Quem abusa de criança não tem transtorno mental, só se sente no direito’

Legenda da foto,Luciana Temer é presidente do Instituto Liberta, que atua no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes O discurso de que o abuso sexual de crianças e adolescentes é uma violência excepcional e praticada por “monstros” é parte das ideias que a advogada Luciana Temer quer combater. “Minha briga é mostrar para […]