Intencional: “Black day” da Caxemira é observado no Brasil

“Desde que as forças indianas chagaram em Srinagar para ocupar Jammu e Caxemira 72 anos atrás, o povo reprimido, oprimido e brutalizado do vale tem voltado o seu olhar à comunidade internacional à procura de justiça.

O povo de Jammu e Caxemira está esperando que a comunidade internacional cumpra as promessas que fizeram através das várias resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, exigindo um plebiscito livre e imparcial que permita os caxemires exercer o direito inalienável de autodeterminação. Sobrevivendo sob condições de repressão contínuas, os caxemires demandam liberdade das forças de segurança da ocupação enquanto apelam à comunidade internacional para que abram os olhos perante o tratamento desumano ao qual vem sido submetidos há mais de sete décadas hoje,” observou o Embaixador do Paquistão, Sua Excelência Sr. Najm us Saqib, durante um evento organizado na Embaixada hoje, para comemorar o “Dia Negro” da Caxemira.

O Embaixador também reiterou contínuo apoio diplomático, moral e político à causa justa do povo da Caxemira.

Oradores incluindo o representante dos caxemires no Brasil e Presidente da Associação Paquistão-Brasil, o Adido de Defesa General de Brigada Muhammad Yousaf e o Primeiro Secretário Azeem Cheema destacaram a significância histórica do dia 27 de outubro, manifestaram total solidariedade com o povo do território de Jammu e Caxemira ocupado pela Índia, condenaram o contínuo uso de força bruta pelas Forças de Ocupação da Índia e as ações ilegais tomadas por Nova Deli desde 5 de agosto, incluindo a imposição de um toque de recolher rígido e total isolamento do vale.

Durante a função, foram lidas mensagens do Presidente e Primeiro Ministro do Paquistão.

No final do evento, a Associação Paquistão-Brasil (PBA) apresentou uma resolução a favor do término das atrocidades na região de Jammu e Caxemira ocupada pela Índia e exigindo a implementação das resoluções pertinentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

O dia 27 de outubro é observado no mundo inteiro como o “Dia Negro” desde quando, 72 anos atrás, nesse mesmo dia, sem qualquer pretexto legal, a Índia tomou controle à força do estado de Jammu e Caxemira. Desde então, as Forças de Ocupação da Índia vêm impiedosamente matando caxemires inocentes e desarmados, vandalizando propriedades e cometendo outros atos desumanos.

Outras matérias

DF: SECTI faz doação de computadores para a biblioteca do Paranóa

Na manhã da última sexta-feira (17), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF fez a doação de vários computadores que irá beneficiar, toda comunidade da cidade do Paranoá, bem como os inúmeros frequentadores da Biblioteca Pública do Paranoá. Essa ação já era muito esperada e faz parte do programa Reciclotech da Secretaria de […]

Instabilidade: Usuários do WhatsApp não conseguem enviar fotos e vídeos

Na manhã de hoje, usuários do WhatsApp enfrentaram dificuldades para envio de fotos, vídeos e áudios pelo aplicativo. O mesmo problema ocorre no WhatsApp Web e WhatsApp Desktop, versões para acesso pelo navegador e pelo PC. O site DownDetector, especializado em registrar falhas de plataformas digitais, contabilizava milhares de reclamações. O gráfico indica que o problema começou às 08h. Sobre: Blog […]