GDF: Oito mil servidores receberão pecúnias atrasadas

Valores serão pagos em até 36 meses. Quem optar por ter os recursos de uma só vez, basta recorrer a uma linha de crédito especial do BRB

DA AGÊNCIA BRASÍLIA
O governador Ibaneis Rocha assina logo mais, às 10h, decreto para regularizar o pagamento de R$ 704 milhões devidos a cerca de 8 mil servidores locais. Segundo o documento, os valores serão pagos em até 36 meses, com a primeira parcela – de, no mínimo, R$ 2 mil – já depositada em novembro.

Outra boa notícia é que quem optar por receber os valores integralmente vai poder contar uma linha de crédito diferenciada do Banco de Brasília (BRB). A taxa de juros praticada será de 1,65% – segundo o banco, a menor do mercado, mais baixa que o do crédito consignado, que hoje é de 1,85%.

O BRB está pronto para antecipar o valor para todos os servidores que desejarem – e já a partir da próxima segunda-feira (4). “Nesta data, já estará disponível pelo aplicativo de celular. O servidor poderá consultar e contratar a antecipação por telefone com seu gerente ou na agência”, informam os técnicos da instituição de crédito.

A contratação direta pelo aplicativo apenas estará disponível no dia 15 de novembro, quando também será disponibilizado um simulador de valores das parcelas no site da instituição financeira.

Outras matérias

Governo Bolsonaro age para destruir Jornalismo com MP inconstitucional

Federação Nacional dos Jornalistas conclama categoria a defender a profissão e exige que Congresso atue como legislador, impedindo mais esse retrocesso A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e seus sindicatos filiados em todo o país denunciam a inconstitucionalidade da Medida Provisória 905/2019, que revoga a obrigatoriedade de registro para atuação profissional de jornalistas (artigos do […]