Fotos de voluntários destacam importância do mês da prematuridade

Hospital da Região Leste promove ensaio com bebês da Unidade de Cuidados Intermediários

Ao todo dez bebês, todos prematuros, foram fotografados | Foto: Breno Esaki / Secretaria de Saúde

Quando Jordeane Alves engravidou, em seus planos estava fazer um ensaio fotográfico estilo new born (recém-nascido) da filha. Mas Alice Manuele acabou nascendo prematura e está no hospital desde então, há cerca de um mês. Isso não foi impedimento, porém, para que o sonho da mamãe de primeira viagem fosse realizado.

A direção do Hospital da Região Leste (HRL, antigo Hospital do Paranoá) resolveu presentear todos os bebês internados na Unidade de Cuidados Intermediários com um ensaio profissional, em alusão ao mês da prematuridade, lembrado em novembro.

Seguindo o exemplo de outras unidades da rede pública de saúde que também realizam ação semelhante, como os hospitais de Taguatinga e de Ceilândia, o HRL recebeu o apoio de fotógrafos profissionais para o trabalho.

Mas a proposta, agora, é diferente. Enquanto nas outras unidades a ideia era vestir as crianças de personagens, no Paranoá serão feitas montagens com as fotos das crianças, usando imagens de fundo na temática das histórias de super-heróis.

“Nossas colegas de outras regiões nos relataram como as mães se sentem bem com essa ação e resolvemos fazer aqui neste ano. Realmente elas estão super felizes, porque quebra a rotina do hospital e elas ainda levam uma lembrança que poderão mostrar e contar aos filhos”, destaca a enfermeira supervisora da Unidade de Neonatologia do HRL, Lucyara Araújo Simplício.

A mãe de Alice disse ter adorado a ideia. “A nossa rotina aqui é muito pesada. Tem dias que estou tranquila. Em outros, estou sem paciência. Uma atividade como esta nos ajuda a aliviar a tensão”, desabafa Jordeana.

Mães de prematuros veem a ideia do ensaio fotográfico de seus pequenos como uma maneira de enfrentar a dura rotina das internações | Foto: Breno Esaki / Secretaria de Saúde

Ela conta que, quando foi segurar a filha logo que nasceu, com apenas 900 gramas, teve medo. “Todo dia é uma coisa diferente. Ela já foi até para o oxigênio. Hoje está bem, com 1.590 gramas, mas ainda bem miudinha”, diz, aliviada. A filha nasceu com 33 semanas de gestação por causa de uma eclampsia.

Ao todo dez bebês, todos prematuros, foram fotografados. As imagens serão impressas e ficarão expostas durante todo o mês de novembro. Cada mãe receberá uma foto de presente e a imagem considerada a mais bonita será impressa em tamanho maior para enfeitar a parede da Unidade de Cuidados Intermediários do HRL.

Novembro roxo

O Dia da Prematuridade é lembrado em 17 de novembro. Em razão da data foi reservado todo o mês debates sobre o assunto, elegendo-se o roxo como cor-símbolo do tema.

O bebê prematuro é aquele que nasce antes das 37 semanas de gestação. No Brasil, aproximadamente 10% vêm ao mundo antes da hora.

O filho de Juliana Cardoso faz parte da estatística. Heitor Cardoso Amorim nasceu de 28 semanas, com 1.650 gramas. Para a mãe, cada dia é uma vitória.

“É muito difícil ver o bebê com aparelhos, sonda, mas é uma conquista ver a evolução. Por isso, digo para as mamães de prematuros que não saiam de perto dos seus bebês. Conversem com eles, mostrem seu amor e que vocês estão com eles neste momento de luta pelas vidinhas deles”, aconselha Juliana, emocionada.

Na rede pública de saúde do DF, o atendimento aos prematuros e seus familiares conta com atenção humanizada. As maternidades adotam o Método Canguru, que busca melhorar a qualidade da atenção prestada à gestante, ao recém-nascido e à sua família.

O método promove, a partir de uma abordagem humanizada e segura, o contato pele a pele (posição canguru) precoce entre a mãe ou o pai e o bebê, de forma gradual e progressiva. A ideia é favorecer e estimular o vínculo afetivo, a estabilidade térmica, o estímulo à amamentação e o desenvolvimento do bebê.

Neste mês, diversas unidades de saúde terão atividades específicas para a data. No Hospital da Região Leste, por exemplo, haverá um seminário de boas práticas em Neonatologia, nos dias 19 e 26 de novembro. No Hospital Regional de Ceilândia, por sua vez, haverá café da manhã com exposição de fotografias, em 18 de novembro.

* Com informações da Secretaria de Saúde

Outras matérias

BSB: Mutirão para renegociação de dívidas no Procon DF

A partir desta Segunda Feira ( 9/12/2019),os clientes do BRB CARD terão a oportunidade de renegociar seus débitos no mutirão de renegociação que acontecerá na sede do Instituto de Defesa do Consumidor- Procon DF. O mutirão possui como objetivo primordial sensibilizar os consumidores e fornecedores acerca da importância da educação financeira na prevenção do superendividamento […]