Esporte: Corinthians é bicampeão da Copa Libertadores Feminina, no Equador

Timão derrotou Ferroviária em final com cara de revanche

Quase um mês após perder o título do Campeonato Brasileiro Feminino para a Ferroviária, o Corinthians levou a melhor na final da Copa Libertadores Feminina contra a equipe de Araraquara, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, capital do Equador. O Timão venceu a Feroviária por 2 a 0 e pela segunda vez levantou a Taça Libertadores.

O jogo teve cara de revanche. Logo aos dez minutos, a meio-campista Tamires balançou a rede, mas o árbitro apitou impedimento e anulou o gol. O Corinthians perdeu ainda boas oportunidades de abrir o placar ainda no primeiro tempo, mas foi na segunda etapa que o jogo foi decidido. Tamires construiu a jogada do primeiro gol: partiu em velocidade da intermediaria até entregar a bola na entrada de área para Crivelari abrir o placar. Nos minutos finais, Juliete tabelou com Victória Albuquerque antes de chutar cruzado e selar a vitória do Timão por 2 a 0.Este é o segundo título sul-americano da equipe alvinegra: o primeiro foi em 2017, quando o Corinthians foi campeão da Libertadores feminina, em parceria com o Audax.  O título da Libertadores garante a premiação de US$ 85 mil (cerca de R$ 340 mil) ao vencedor,  e US$ 50 mil (aproximadamente R$ 200 mil) ao vice-campeão.O Timão, comandado pelo técnico Arthur Elias, está invicto há 43 jogos. Neste domingo (2 de novembro), a equipe volta a campo para enfrentar o São Paulo, no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista Feminino.

Edição: Guilherme Neto

Outras matérias

Governo Bolsonaro age para destruir Jornalismo com MP inconstitucional

Federação Nacional dos Jornalistas conclama categoria a defender a profissão e exige que Congresso atue como legislador, impedindo mais esse retrocesso A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e seus sindicatos filiados em todo o país denunciam a inconstitucionalidade da Medida Provisória 905/2019, que revoga a obrigatoriedade de registro para atuação profissional de jornalistas (artigos do […]

NOVAS MEDIDAS DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA CAUSAM INSTABILIDADE NO SETOR DE HABITAÇÃO

O governo Bolsonaro está reestruturando o programa Minha Casa Minha Vida. As mudanças já anunciadas estão causando incertezas e instabilidade para quem luta pelo direito à moradia. O programa MCMV é uma iniciativa de grande impacto na produção de casas de interesse social em todo o país. “Acreditamos na sensibilidade do governo. O número de […]