ELEIÇÃO PARA OS CONSELHOS TUTELARES: A RESPONSABILIDADE É DE TODOS NÓS

*Luciano Lima

Neste domingo, 6 de outubro, das 9h às 17h, temos um compromisso com nossas crianças, adolescentes e com toda nossa sociedade É a eleição para os Conselhos Tutelares em todo o Distrito Federal. E é super importante a sua participação.

O papel do CONSELHEIRO TUTELAR é fundamental na luta pelos direitos das crianças e dos adolescentes.
São eles que trabalham como intermediários entre os meninos e meninas em situações de vulnerabilidade e os órgãos do Sistema de Garantia dos Direitos que vão realizar o devido atendimento, requisitando serviços e aplicando medidas protetivas.

O Conselheiro Tutelar não é só acionado para intervir em casos familiares. Eles também devem ajudar na elaboração de políticas públicas e cobrar uma maior participação dos órgãos públicos, como a falta de vagas nas creches públicas e em escolas.

Portanto, participe e escolha criteriosamente o seu candidato. Vote em quem realmente tem experiência comprovada na missão de proteger nossas crianças e adolescentes.

Quer conhecer um pouco mais sobre as eleições, os locais de votação e os candidatos? Entre no site www.sejus.df.gov.br

“Luciano Lima é historiador, jornalista, radialista e ex-secretário de Juventude do DF

Outras matérias

Famílias carentes recebem cestas básicas, cobertores e máscaras

Foram doadas mais de 300 cestas básicas, 2 mil máscaras e cobertores O Governo do Distrito Federal (GDF) lançou a campanha de doação de alimentos, máscaras e outros recursos importantes para famílias em situação vulnerável neste período de pandemia. A Administração Regional do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), com o esforço da Secretaria de […]

Traição: a primeira insegurança de muitos casais

A crise que mais pode afetar e até mesmo destruir um casamento é a traição. Infelizmente, é um caso que acontece muitas vezes. Por que uma traição acontece no casamento? São muitos os motivos. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com Infelizmente, a revolução sexual dos anos 60 “liberou” a atividade sexual antes do casamento para a maioria das pessoas. […]