Educação arrecada cestas básicas para ajudar na travessia da crise

Intitulada Rede Solidária de Educação, campanha será lançada nesta sexta-feira (3) para arrecadar 1,5 tonelada de alimentos

Professores da Escola Classe 831 de Samambaia com as cestas básicas doadas para a comunidade | Foto: Divulgação

Para ajudar na travessia das dificuldades causadas pela pandemia de coronavírus, a Secretaria de Educação lançará nesta sexta-feira (3) a campanha Rede Solidária de Educação, com o objetivo de arrecadar cestas básicas e produtos que possam ser usados para montar mais cestas e itens de limpeza e de higiene pessoal.

As 14 regionais de ensino organizaram pontos de arrecadação localizados em todas as regiões administrativas do DF. A campanha, que vai até o dia 9 de abril, tem a meta de arrecadar 1,5 tonelada de alimentos.

Os produtos arrecadados serão entregues à Secretaria de Economia, responsável pela coordenação do Comitê de Emergência Covid-19, que providenciará sua distribuição. A Secretaria de Educação criou um subcomitê para coordenar as ações da campanha, composto por subsecretarias, coordenações regionais e assessorias da pasta.

A ideia é receber doações de todos, mas centrar nos 74 mil servidores ativos, inativos e temporários da secretaria. Com isso, a expectativa é que sejam recebidas pelo menos 74 mil cestas.

Apesar de estar voltada aos servidores, toda a população pode fazer doações e, assim, ajudar famílias atingidas pela crise. O desemprego decorrente da crise sanitária acomete pessoas de muitas famílias do DF e de todo o país, gente que agora necessita de ajuda.

“Nós, servidores da Secretaria de Educação, nos solidarizamos. É necessário olharmos para o outro com empatia e, para além das nossas atribuições, entendermos que solidariedade também se aprende. Por isso, queremos fortalecer essa rede do bem e levar um pouco de tranquilidade às pessoas que necessitam”, afirmou a subsecretária de Gestão de Pessoas e coordenadora da campanha, Kelly Cristina Ribeiro.

Corrente de solidariedade

Todas as regionais de ensino já vinham trabalhando em uma rede de solidariedade nas localidades sob sua influência. Diante das dificuldades encontradas no período de quarentena, muitas famílias vinham pedindo ajuda às escolas. Em Samambaia, por exemplo, foi criada uma rede de solidariedade entre os servidores da educação da região.

“Cerca de 90% das escolas estão engajadas em ajudar. Os professores já doaram 50 cestas básicas a alunos da Escola Classe 831 da expansão de Samambaia”, contou a coordenadora da Regional de Ensino de Samambaia, Franquilene Machado. Ela afirma que “todos estão empolgados e querem participar”.

São Sebastião também criou rede de solidariedade. A Escola Classe Vila do Boa coletou contribuições e conseguiu montar 120 cestas básicas  distribuídas às famílias do bairro Vila do Boa, no dia 29 de março.

“Essas ações de cuidado com a comunidade fortalecem muito a educação. Aliás, a educação nada mais é do que desenvolver o indivíduo para que ele cuide de suas comunidades. Isso é muito importante”, comentou o coordenador regional de ensino de São Sebastião, Luiz Eugenio Barros de Brito.

A mobilização da secretaria já tem tido retorno positivo dos profissionais. O coordenador regional de Taguatinga, Juscelino Nunes de Carvalho, por exemplo, relata que gestores escolares procurados se entusiasmaram com a ideia e entenderam a importância do projeto.

“Quero agradecer o empenho das escolas em contribuir com a causa”, declarou.

Confira a relação de unidades:

Campanha Rede Solidária de Educação – Pontos de Arrecadação
CRE Local de arrecadação
Guará
• CREEndereço: QE 38 A/E – Guará II 
• EF 02 da EstruturalEndereço: Q 02 conj 1/2
Núcleo Bandeirante
• CEM Urso BrancoEndereço: 3ª Avenida, 1 
• Escola Classe 02 da CandangolândiaEndereço: EQR 02/03 AE 
• CEF 01 do Riacho Fundo IIEndereço: 1A Etapa QN 7C AE 1/2 
• Escola Classe 01 do Riacho Fundo I (Verde)Endereço: QD 14 AE
Santa Maria
• CEF 213 – Santa Maria NorteEndereço: CL 213, Lote G, Área Especial
Taguatinga
• CEM 03Endereço: QSE 05 A/E – Taguatinga Sul 
• CED 05Endereço: QNJ 56 A/E 16 – Taguatinga Norte 
• CREEndereço: QNB 01 A/E – Taguatinga Centro
Samambaia • CREEndereço: QS 104 – Samambaia Sul
Gama • CREEndereço: Praça 2 Lotes 10/12 Área Especial Setor Central
Plano Piloto
• CED GISNOEndereço: SGAN 907 s/n md A – Asa Norte 
• CED do LagoEndereço: SHIS QI 09,Lote H, SE – Lago Sul 
• CEMI CruzeiroEndereço: Área especial F, Lote G – Cruzeiro Velho
Planaltina • CREEndereço: Setor Educacional lote D – Praça do Estudante
Paranoá
• CREEndereço: DF 250, KM 3, Região dos Lagos, Sítio Rosas
São Sebastião
• CREEndereço: Avenida Comercial 2251, Centro 
• EC 104Endereço: Quadra 104, Lote 01, Setor Residencial Oeste 
• CED São BartolomeuEndereço: Quadra 02, Conjunto 03, Lote 04 
• CEI 05Endereço: Avenida das Paineiras, Quadra 08, Lote C, Jardim Botânico III
Recanto das Emas
• CREEndereço: Quadra 203, Lote 32, Avenida Recanto das Emas
Ceilândia • CREEndereço: QNM 27, Área Especial Módulo B
Brazlândia • CREEndereço: Área 05, Setor Tradicional
Sobradinho • CREEndereço: Quadra 01, Área Especial, Número 3, COER, Expansão Urbana Setor Oeste

* Com informações da Secretaria de Educação

Outras matérias

Governador Ibaneis Rocha segue internado e despacha de hospital

Ele foi hospitalizado na quarta (03/06) para realizar exames após ter se submetido a uma videolaparoscopia no abdômen em 26 de maio. Ogovernador Ibaneis Rocha (MDB) continua despachando de dentro do Hospital DF-Star. Internado na unidade particular desde a última quarta-feira (03/06) para realizar exames após ter se submetido a uma videolaparoscopia no abdômen, no fim de maio, […]

BSB: Farmácia Central amplia horário de funcionamento

Objetivo é melhorar o atendimento nas unidades de saúde Para que a ampliação de horário fosse possível, foi necessário alterar as escalas dos servidores durante a semana. Foto: Arquivo/Agência Brasília Devido à demanda crescente das unidades de saúde por insumos e materiais durante a pandemia do novo coronavírus, a Farmácia Central da Secretaria de Saúde […]