Economia:Número de endividados no DF registra leve crescimento em julho

Cai para 65,3% o número de endividados em janeiro, diz CNC - Economia - iGO endividamento das famílias brasilienses registrou leve aumento no mês de julho, em comparação com junho. De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada pela Fecomércio-DF, o número de famílias com algum tipo de dívida na capital passou de 552.912 em junho para 607.082 no sétimo mês do ano. Significa que 60,5% das famílias brasilienses estão endividadas, ante 55,2% registrado em junho. No mesmo período do ano passado, a taxa de endividados era de 81,2%. Já o montante de contas em atraso registrou aumento: passou de 127.830 mil famílias para 134.776 mil.

O presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, explica que o aumento dos endividados pode denotar um aquecimento do varejo, ainda que timidamente. “A reabertura do comércio, mesmo com algumas restrições, fez com que o consumidor voltasse às compras, ainda que em um patamar muito inferior ao registrado antes da pandemia. Isso justifica o leve aumento no número de endividados na capital”, explica. Sobre o número de contas em atraso, Francisco Maia explica que a renda familiar foi afetada, principalmente em função dos impactos negativos no mercado de trabalho. “Algumas pessoas estão com os salários comprometidos ou perderam o emprego por causa desse cenário incerto. Por ora, elas não terão dinheiro para pagar as contas”, conclui.

O estudo mostra ainda que 9,2% dos entrevistados estão muito endividados nas modalidades: cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros. Já 21,2% estão mais ou menos endividados; 30% pouco endividados; 39,2% não tem dívidas que envolvem essas modalidades. O principal causador do endividamento da população da capital do País continua sendo o cartão de crédito: 74,3%, seguido por financiamento de casa (21,8%) e financiamento de carro (19,7%). Dentre os endividados, 45,6% disseram estar comprometidos com dívidas por mais de um ano.

 A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) orienta os empresários do comércio de bens, serviços e turismo que utilizam o crédito como ferramenta estratégica, uma vez que permite o acompanhamento do perfil de endividamento do consumidor, fornecendo dados sobre o nível de comprometimento da renda do comprador com dívidas e sua percepção em relação à capacidade de pagamento.

Fecomércio-DF

Outras matérias

Sua Vida Vale Muito leva saúde e atenção a idosos

Programa itinerante do GDF amplia o trabalho iniciado em hotel com população incluída no grupo de risco ao contágio do novo coronavírus. O aposentado Francisco Rodrigues é hipertenso e foi rapidamente atendido. Foto: Lúcio Bernardo Jr. / Agência Brasília O aposentado Francisco Rodrigues, de 71 anos, passava pela Avenida Principal, em Sobradinho II, quando viu […]

Para se refrescar e saborear! JK Shopping tem deliciosas opções para comemorar o dia do sorvete!

A felicidade se encaixa perfeitamente numa casquinha, cabe dentro de um potinho e pode ser espetada em um palito! No dia 23 de setembro é comemorado o Dia do Sorvete! Com o calorão constante no DF, a delícia é sem dúvida a solução perfeita. E não importa a preferência, tem para todos os gostos, chocolate, morango, […]

Economia:Após alta do arroz, entenda por que crise econômica deixará preços estáveis

Um dos inúmeros memes que invadiram a internet na semana passada mostra a vilã Nazaré Tedesco, interpretada por Renata Sorrah na novela da TV Globo Senhora do Destino, de 2005, fugindo com um saco de arroz de cinco quilos. Na cena original, Nazaré carregava um bebê roubado, cuja família estava no seu encalço. A brincadeira mostra […]