Economia: Para quem quer investir o negócio é JB Invest

Reportagem: JB Invest Grupo Empresarial

Em tempos de ‘corvid 19’ uma boa pedida é fazer o ‘Curso de Investimento para Iniciantes’, oferecido pela JB Invest, para quem busca obter renda sem sair de casa. São dois dias de imersão, nos quais se aprende a operar na bolsa de valores, e um ano de acompanhamento, para tirar dúvidas e fixar o conhecimento. Os encontros são com no máximo quatro pessoas, devidamente protegidas. Tem também a versão 100% on-line.

“Para falar de investimentos é preciso entender o que é ativo financeiro, valores, créditos e direitos que formam certo patrimônio, tudo registrado em títulos”, explica Juliano Borges, mentor do ‘Curso de Investimento para Iniciantes’. Filho e neto de bancários, ele se criou em meio ao mercado financeiro. Investe desde os 12 anos na bolsa de valores. Emancipou-se aos 16, assumindo riscos dos próprios investimentos.

Juliano Borges já esteve em 22 países, para passear, levar e trazer conhecimentos. Umas 420 pessoas já fizeram o ‘Curso de Investimento para Iniciantes’, até então levado a 11 cidades brasileiras. “Atuar na bolsa de valores é como frequentar uma faculdade. Não existe milagre: o sucesso vem do aprendizado e exercício constantes, atento aos altos e baixos comuns do mercado financeiro”, explica o mestre investidor.

Tendo a solidariedade como investimento nobre, Juliano Borges promove ações sociais no Lar dos Velhinhos, Cidade Estrutural, Sol Nascente… Em 2018 criou a JB Invest, pautado na honestidade, transparência e responsabilidade social. Hoje a empresa investe em outras empresas tendo em vista consolidar o grupo empresarial. Com sede em Brasília, a JB Invest esta prestes a inaugurar uma unidade em Manaus, Amazonas.

Contatos
(61) 9 9815.1978 e [email protected]

Outras matérias

Economia: Contas públicas registram em maio saldo negativo recorde

Em meio à pandemia de covid-19, as contas públicas registraram, em maio, saldo negativo recorde. O setor público consolidado, formado por União, estados e municípios, apresentou déficit primário de R$ 131,438 bilhões, no mês passado, o maior resultado negativo mensal da série histórica iniciada em dezembro de 2001. Em maio de 2019, houve déficit primário […]