Cinema: Cairo terá Semana de Filmes Brasileiros

Uma série de filmes brasileiros poderão ser vistos no Cinema Zawya, no Cairo, a capital egípcia, entre a próxima segunda-feira (9) e o dia 16 de dezembro. A Semana de Filmes Brasileiros é promovida pela Embaixada do Brasil no Cairo em conjunto com o Zawya e incluirá tanto clássicos nacionais brasileiros quanto títulos recentes e premiados. Reservas de ingressos já podem ser feitas.

A programação divulgada pelo Zawya inclui 11 filmes brasileiros ou coproduções e será aberta na segunda-feira, às 19 horas, com “A Vida Invisível”, com legendas em inglês. No filme de 2019, antigas cartas da irmã Guida, há muito desaparecida, surpreendem Eurídice, uma senhora de 80 anos. As duas são cruelmente separadas e tentam lutar contra as forças sociais. O filme é do diretor Karim Aïnouz.

O título é o candidato brasileiro a uma vaga no Oscar 2020 de Melhor Filme Internacional e foi indicado ao Spirit Awards do ano que vem, que é considerado o Oscar do cinema independente. Baseado no livro “A vida invisível de Eurídice Gusmão”, de Marta Batalha, ele venceu a mostra “Um Certo Olhar”, em Cannes, neste ano, e tem a participação da consagrada atriz brasileira Fernanda Montenegro.

Outro filme exibido será “Alguma Coisa Assim”, uma produção conjunta de Brasil e Uruguai do ano passado, na qual é contada a história de Caio e Mari, dois jovens que saem pelas ruas de São Paulo e descobrem mais sobre si mesmos. A direção é de Esmir Filho. O filme poderá ser visto no sábado, dia 14, às 19 horas, com legendas em inglês.

Faz parte da grade “Benzinho”, do diretor Gustavo Pizzi, no qual a personagem Irene tem alguns dias para superar a ansiedade de ver a partida do seu filho mais velho, que vai morar na Alemanha. Também produção conjunta de brasileiros e uruguaios, o filme será exibido na quinta-feira, dia 12, às 19 horas, legendado em inglês.

Em “A Hora da Estrela”, Macabéa acaba de se mudar para a cidade grande depois que morre a tia que a criou. Ela vai ser datilógrafa e consegue lugar para morar em uma pensão com outras mulheres. Baseado no livro da escritora Clarice Lispector, o filme é de 1985 e está na programação do Zawya no domingo, dia 15, com legendas em inglês.

Outro título da década de 1980 é “Vinte Anos Depois”. O documentário tem como tema a história do filme “Cabra Marcado para Morrer”, cuja produção foi impedida pela ditadura porque tinha como objetivo contar a vida do líder camponês João Pedro Teixeira. O filme estará em cartaz na terça-feira, dia 10, às 19 horas, legendado em inglês.

Ainda poderão ser vistos no Cairo “Ex-Pajé”, sobre uma tribo indígena invadida pela modernidade, “Gilda Brasileiro – Contra o Esquecimento”, em que uma professora pesquisa a história de uma estrada usada por traficantes de escravos, “Um Filme de Verão”, sobre as desventuras do amadurecimento de quatro jovens da periferia, “Los Silencios”, que trata da fuga de conflitos armados, “A Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos”, sobre um jovem indígena, e “Era o Hotel Cambridge”, que trata do refúgio.

Serviço:

Semana de Filmes Brasileiros
De 9 a 16 de dezembro de 2019
Cinema Zawya
Emad El Deen, 15 – Centro – Cairo – Egito
Mais informações pelo site ou Facebook do Zawya

Outras matérias

DF: SECTI faz doação de computadores para a biblioteca do Paranóa

Na manhã da última sexta-feira (17), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF fez a doação de vários computadores que irá beneficiar, toda comunidade da cidade do Paranoá, bem como os inúmeros frequentadores da Biblioteca Pública do Paranoá. Essa ação já era muito esperada e faz parte do programa Reciclotech da Secretaria de […]