Câmara Legislativa cria CPI Feminicídio

O presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente do MDB, assinou na tarde desta quarta-feira (30), o ato que cria oficialmente a CPI que irá investigar os atos de feminicídio praticados do Distrito Federal.

Os líderes partidários chegaram a um acordo e a Comissão Parlamentar de Inquérito terá a participação de duas deputadas, Arlete Sampaio do PT e Telma Rufino do PROS. Os demais integrantes são: Fábio Félix do PSOL; Hermeto do MDB e Cláudio Abrantes do PDT.

O presidente da Câmara, Rafael Prudente convocou para o dia 5 de novembro, às 15 horas, a primeira reunião da CPI para a escolha do presidente e do relator. A reunião será realizada no plenário da CLDF.

fonte; Ascom do Gabinete.

Outras matérias

Brasília terá a Conferência Nacional da Advocacia Brasileira

Em 2020 a capital federal completará 60 anos e vai receber pela primeira vez o maior encontro jurídico do Brasil De 16 a 18 de novembro de 2020 Brasília receberá a XXIV Conferência Nacional da Advocacia Brasileira. Promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e lançado oficialmente essa semana durante reunião ordinária do Conselho […]