BRB reduz taxa de financiamento

Presidente do banco destaca que, com o novo percentual, de 6,99% ao ano, clientes terão facilitado o acesso à casa própria

O BRB decidiu reduzir a taxa de financiamento do crédito imobiliário. A partir desta segunda-feira (14), o banco vai operar com taxa de 6,99% ao ano, o que representa uma redução de 0,5 pontos percentuais em relação ao valor praticado até na semana passada, que era de 7,5% ao ano + TR.

A nova taxa de juros do BRB contempla tanto imóveis enquadrados no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), com valor até R$ 1,5 milhão, quanto unidades ligadas o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), para imóveis com preço superior a R$ 1,5 milhão.

Condições estendidas

Segundo o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, a redução da taxa de juros facilita o acesso à casa própria. “A casa própria é o sonho da maioria das pessoas, e o BRB trabalha para fazer parte disso”, afirmou.

O financiamento imobiliário é direcionado a todos os clientes do banco, servidores públicos ou não. No caso dos empregados do GDF, valores pré-aprovados para o segmento já estão disponíveis no aplicativo do BRB.

O prazo máximo do contrato é de 420 meses, podendo o valor financiado chegar a 80% do total do imóvel. Para ter o financiamento aprovado, o cliente precisa, durante toda a vigência do contrato, ter conta corrente no banco, crédito mensal de salário na instituição, cartão de crédito BRB e mobile banking ativo.

Agilidade

Além da revisão da taxa, o BRB também está modernizando seus processos para oferecer maior agilidade na aprovação e liberação do crédito aos seus clientes. A lista de documentos exigidos para a contratação foi reduzida e o prazo para a viabilização do negócio vai cair de oito para cinco dias úteis.

Se o cliente do BRB optar por financiar um imóvel de um empreendimento que também seja financiado pelo banco, não precisará trazer nenhum documento adicional. O mesmo vale para quem solicitar crédito imobiliário para a aquisição de imóvel de alguma construtora que tenha convênio com o BRB.

“O crédito imobiliário é o produto de maior relacionamento com o cliente”, destaca Paulo Henrique Costa. “Estamos apostando no crescimento, na modernização dos processos e na competitividade”.

Com informações do BRB

Outras matérias

Coronavírus: GDF suspende nomeações e posses

Decreto publicado no sábado (28) considera que os atos podem comprometer medidas de contenção da disseminação do novo coronavírus Nomeações e posses de candidatos já aprovados em concursos públicos no Distrito Federal estão suspensas por tempo indeterminado. A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial do DF no sábado (28), como mais uma forma de contenção […]

GDF: Microempresários terão até agosto para emitir notas fiscais

Medida excepcional sugerida pela SDE vai reduzir custos e beneficiar 135 mil microempreendedores individuais (MEIs) do Distrito Federal Os Microempreendedores Individuais (MEIs) do Distrito Federal terão prazo até 31 de agosto para emitir notas fiscais por meio do Sistema de Emissão de Nota Fiscal Avulsa (Senfa). Adotada a pedido da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a […]

Supera-DF libera, em nove dias, R$ 20 milhões em crédito para clientes

Programa para pessoas e físicas e jurídicas adotado como forma de aliviar crise provocada pelo coronavírus já atendeu 818 empresas do Distrito Federal O programa Supera-DF, lançado pelo BRB para oferecer aos clientes – pessoas físicas e jurídicas – soluções para minimizar os impactos econômicos provocados pela crise do coronavírus já liberou R$ 20 milhões […]