Ataques ao Congresso e ironia a coronavírus marcam atos no DF

Presidentes da Câmara e do Senado foram alvos preferenciais de manifestantes, que não demonstraram muita preocupação com a Covid-19

Manifestação a favor de Bolsonaro e contra o Congresso na Esplanada dos Ministérios

Depois de Jair Bolsonaro (sem partido) negar por várias vezes que a pauta dos atos deste domingo (15/03) fossem contra o Congresso Nacional e o Judiciário, este foi o tom do movimento no Distrito Federal. Na Esplanada dos Ministérios, os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), eram os alvos preferenciais dos protestos.

Grande parte dos cartazes fazia alusão ao chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, gravado pedindo um “foda-se” ao Congresso, a quem acusa de chantagear o governo – o episódio marcou a escalada mais recente crise entre o parlamento e o Palácio do Planalto, envolvendo o orçamento impositivo.

Do Metrópoles DF,ATUALIZADO 15/03/2020 19:03

Outras matérias

Coronavírus: Rio começa na próxima semana testes em massa drive thru

Governo do estado comprou 1,2 milhão de kits de teste rápido Por Vladimir Platonow –  Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro Os testes em massa drive thru contra o coronavírus deverão começar na próxima semana no estado do Rio. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (2) pelo secretário estadual de Saúde, Edmar Santos. […]

Internacional: Governo chama profissionais de saúde para luta contra coronavírus

Portaria institui programa que visa organizar luta contra pandemia Por Jonas Valente – Repórter da Agência Brasil – Brasília O Ministério da Saúde publicou portaria hoje (2) instituindo o programa Brasil Conta Comigo. A iniciativa vai organizar a atuação de trabalhadores da área da saúde em ações de apoio à prevenção e ao combate à […]