Arraiá Saudável – nutricionista dá dicas para se deliciar em casa e sem culpa

Essa época do ano é sempre farta de guloseimas e comidas típicas dos “ arraiás”. Embora não estejam acontecendo da forma tradicional, em meio ao isolamento social provocado pela pandemia de coronavírus, as comidas típicas não foram esquecidas e não ficaram de fora da casa do brasileiro. Seja por meio dos kits que estão sendo entregue por delivery ou o preparo em casa.

Este evento tradicional é delicioso em todos os sentidos e uma boa oportunidade de se divertir em família. Mas para quem quer manter a boa forma e seguir uma alimentação saudável durante a temporada de São João, o nutricionista Daniel Novais cita algumas boas escolhas para aprender a tornar as receitas mais balanceadas.

Ao preparar os quitutes utilize com moderação açúcar, gordura e sal. “Em vários pratos podemos reduzir ou trocar alguns ingredientes sem perder o tradicional paladar desta época do ano”, afirma o nutricionista.

O destaque do arraiá, quando se fala em benefício nutricional é o milho. Cozido, em forma de pipoca ou pamonha, o alimento é rico em carboidratos – nossa principal fonte de energia, minerais, vitaminas do complexo B, fibras e antioxidantes.

Ao preparar a canjica, evite utilizar leite condensado e reduza o açúcar. A canela dá mais sabor ao prato e é um termogênico natural. Para a galinhada ou arroz carreteiro dê preferência a temperos naturais.

Pé de moleque e paçoca são duas das delícias que não podem faltar no arraiá, e o amendoim é a estrela desses doces. Mas quando pensamos nele, logo vem à mente o sinal de alerta lembrando da dieta. “O amendoim é calórico, sim, mas é também bastante nutritivo, sendo rico em vitamina C, potássio, magnésio, ferro e fibras. Consuma sem exageros,” aconselha Daniel Novais.

No bolo de milho, reduza o açúcar da receita pela metade e dê preferência aos óleos vegetais. Quem gosta de arroz doce e canjica levanta a mão!! Assim como o milho, esse cereal oferta doses generosas de carboidrato. Tente não pesar a mão no açúcar e dispense o leite condensado dentro do possível. Outra boa dica para dar um sabor especial a esses pratos é adicionar raspas de laranja e canela.

O pinhão é uma semente extremamente rica em nutrientes como cálcio, ferro, fósforo, vitaminas A e C e proteínas, aposte!

Mesmo com tantos cuidados, há sempre aquela chance de exagerar. Para Daniel Novais, o importante é não se desesperar e procurar retomar uma alimentação variada, equilibrada, com bom consumo de água, além de manter uma rotina de atividades físicas.

Outras matérias

Meio Ambiente:Hospitais recebem doação de 400 mil copos descartáveis

Os hospitais públicos do Distrito Federal terão, a partir desta segunda-feira (10), 400 mil copos descartáveis para uso dos profissionais de saúde. A doação foi feita pelas empresas Copak e Suzano Celulose ao Governo do Distrito Federal (GDF). Os copos são produzidos com o Bluecup – o primeiro papel cartão brasileiro para copos. Totalmente recicláveis […]

Especialista fala sobre dificuldades comuns no aleitamento materno

A amamentação é fonte de benefícios para crianças e mães, além de ser ambientalmente segura e natural, mas há algumas dificuldades comuns entre elas no início desse processo. A coordenadora da assistência em aleitamento materno do Banco de Leite Humano (BLH) do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) […]